Quais as diferenças entre Terçol e Conjuntivite?

14 de janeiro de 2019
terçol e conjuntivite

Infecções e inflamações oculares podem afetar de maneira expressiva nossa qualidade de vida, mesmo quando não são caracterizadas como condições graves. Duas dessas condições são bastante conhecidas e comuns: a conjuntivite e o terçol. Conheça a diferença entre elas no post de hoje!

Conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação ou infecção da membrana transparente (conjuntiva) que reveste a pálpebra e cobre a parte branca do globo ocular. Quando pequenos vasos sangüíneos da conjuntiva ficam inflamados, eles são mais visíveis.

É isso que faz com que o branco dos seus olhos pareça avermelhado, sintoma característico e visível da conjuntivite. Comumente causada por uma infecção bacteriana, viral ou uma reação alérgica, a conjuntivite geralmente causa sensação de areia nos olhos, lacrimejamento e desconforto geral.

Terçol

O terçol é uma inflamação no olho causada pela obstrução das glândulas dos cílios com gordura. Ele também pode ocorrer por conta de infecções bacterianas – na maioria das vezes, isso se dá por causa de uma bactéria chamada de estafilococo.

O terçol pode ocorrer nas partes externa ou interna da pálpebra e seu aparecimento pode significar que a imunidade está baixa.

Diferenças entre as condições

Nódulo: A presença de nódulo é uma das maiores diferenças entre conjuntivite e terçol. No terçol esse nódulo é um pontinho inchado, vermelho, dolorido e com pus em seu interior. Esse nódulo pode ser localizado na pálpebra superior ou inferior e no canto externo ou interno. Em geral, fica rente à base dos cílios, dificultando a visão devido ao inchaço. Já a conjuntivite, por sua vez, não possui qualquer sintoma parecido com esse. Com o aparecimento da protuberância, o diagnóstico fica mais fácil, já que todos os sinais apontam para o terçol.

Secreção: Outra maneira de diferenciar as duas condições é a presença de uma secreção, normalmente abundante e amarelada, que sai do olho. Isso acontece frequentemente no caso da conjuntivite. A secreção é comum ao acordar e fica mais concentrada na área próxima ao canto interno. No caso do terçol, por mais que também ocorra uma inflamação, não há esse tipo de liberação de substância.

Localização: No caso do terçol, a inflamação é interna porque se dá graças ao entupimento de glândulas na região das pálpebras ou devido à má higiene. Apesar disso, a localização é facilmente identificável através do nódulo na parte externa do olho. Já a conjuntivite é a inflamação da própria membrana externa dos olhos, fazendo com que todo o olho fique vermelho. No terçol, é normal que somente a área mais próxima com o possível nódulo sofra essa mudança de coloração.

Prevenção e ajuda médica

A prevenção tanto para a conjuntivite como para o terçol é uma boa higiene ocular. Limpar as mãos, toalhas e qualquer outra coisa que possa tocar seus olhos é a melhor maneira de combater infecções e garantir a saúde dos seus olhos.

Embora a conjuntivite e terçol tenham sintomas parecidos, algumas diferenças garantem o diagnóstico correto de cada uma. Em qualquer um dos casos, o recomendado é consultar um oftalmologista para realizar o tratamento adequado.

O Portal da Visão Curitiba é um espaço de compartilhamento de notícias e informações sobre a oftalmologia, oftalmopediatria e assuntos de interesse para a área.

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato