10 DICAS PARA UMA CIRURGIA DE ESTRABISMO MAIS SEGURA

6 de fevereiro de 2017
cirurgia-de-estrabismo-mais-segura

1- Certifique-se de que o local onde o procedimento será realizado é credenciado e capaz de oferecer as condições ideais para a cirurgia.

2- Pergunte ao oftalmologista sobre sua certificação, experiência, como será a cirurgia e possíveis riscos. Todos os cirurgiões deverão estar aptos a discutir as possibilidades com seus pacientes e dar tempo hábil para que o paciente reflita sobre as opções. Você também pode pesquisar no site do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (http://www.cbo.com.br) e do Centro Brasileiro de Estrabismo (http://www.cbe.org.br) se o seu médico possui as devidas qualificações.

3- É fundamental que o paciente e familiares saibam de todos os possíveis riscos da cirurgia antes de se submeter a cirurgia.

4- A mesma instalação onde o procedimento foi realizado deve oferecer os cuidados pós-operatórios imediatamente, e deve ser capaz de lidar com qualquer complicação.

5- Faça todos os exames pré-operatórios e leve antecipadamente ao seu médico. Apesar de ser um procedimento de baixo risco, em que o paciente recebe alta no mesmo dia, é uma cirurgia e requer anestesia. Todos os cuidados pré-cirúrgicos são fundamentais!

6- Você pode pesquisar na internet, mas deve ficar atento às informações encontradas. Na web há muitas informações que podem causar confusões. Tire todas as suas dúvidas com seu oftalmologista! Muitas vezes a internet fornece dados exagerados e inverídicos.

7- Cuidado com procedimentos muito baratos, que muitos pacientes tendem a escolher sem ao menos pensarem nos motivos que o tornaram baratos. Pode ser tentador pensar apenas nos resultados finais, acreditando em tudo o que se lê e deixando de lado os cuidados necessários e a qualificação do profissional.

8 – Fique atento e siga as orientações de seu oftalmologista sobre o pré-operatório. Respeite o tempo de jejum à risca! Este detalhe é importante especialmente em crianças, nas quais a cirurgia é geralmente realizada sob anestesia geral.

9 – Realize todos os cuidados pós-operatórios orientados pelo seu médico. Ele te prescreverá colírios com antibiótico e anti-inflamatório e te dará as orientações sobre o tempo de recuperação e as restrições após a cirurgia.

10 – E por último e fundamental: CONFIE NO SEU MÉDICO! Pesquise, converse, pergunte e estabeleça uma relação de confiança com o profissional que vai cuidar da saúde dos seus olhos!

Dra Dayane Issaho é oftalmologista pela Universidade Federal do Paraná. Fez especialização em Oftalmopediatria e Estrabismo na Universidade Federal de São Paulo e na University of Texas Southwestern em Dallas, EUA. Atualmente é pós-graduanda de doutorado em Oftalmologia na Universidade Federal de São Paulo. É preceptora do setor de estrabismo da Residência medica do Hospital de Olhos do Paraná. Possui ampla experiência no atendimento oftalmológico infantil e no tratamento clínico e cirúrgico do estrabismo.

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato