Mapeamento de retina: tudo que você precisa saber

24 de julho de 2017
mapeamento de retina

Quem é seguidor assíduo do Portal da Visão sabe da importância de ir pelo menos uma vez no ano ao oftalmologista. Também já sabe da importância que os exames oftalmológicos têm para a saúde. Por isso, nesse post vamos falar sobre um destes procedimentos: o mapeamento da retina.

O que é mapeamento de retina?

O mapeamento é um exame complementar, no qual todo o fundo do olho e suas estruturas são avaliadas. Ele é feito por um aparelho chamado oftalmoscópio indireto, com auxílio de uma lente que o médico posiciona entre o aparelho e o olho. Essa permite a visualização das estruturas internas oculares.

Por que fazer o mapeamento de retina?

O fundo do olho e suas estruturas internas (nervo óptico, retina, coróide e vasos sanguíneos) são a única parte do corpo humano que podemos examinar diretamente, sem nenhum método invasivo. Assim, é possível avaliar – e até mesmo diagnosticar – diversos tipos de doenças, como diabetes, hipertensão, Síndrome de Sjögren e, claro, moléstias oculares (glaucoma e descolamento de retina, por exemplo).

Quem deve fazer o exame?

Qualquer paciente que vai ser submetido a um procedimento cirúrgico no olho precisa fazer o mapeamento da retina. Pacientes míopes, diabéticos, hipertensos devem fazer o exame rotineiramente. O exame também deve ser feito se o oftalmologista recomendá-lo de forma preventiva.

Em crianças, recomenda-se que as consultas de rotina sejam feitas com dilatação ocular para a melhor avaliação de quaisquer erros refrativos (miopia, hipermetropia ou astigmatismo) e para se efetuar o mapeamento de retina. O primeiro exame de rotina deve ser realizado já no primeiro ano de vida.

Existe alguma orientação antes do exame?

Existe sim. São recomendações básicas, mas que precisam ser seguidas. Para que o exame seja feito, é necessária a presença de um acompanhante. Como a pupila será dilatada previamente por meio de colírio, recomenda-se ao paciente não dirigir ou caminhar sozinho após o procedimento, pois a visão de perto ficará um pouco alterada por um período de quatro a seis horas. Vale destacar que o exame é indolor e o resultado sai na hora.

Viu só? O mapeamento da retina é um exame prático e tranquilo de ser feito. Se você ficou com alguma dúvida, procure o seu oftalmologista.

O Portal da Visão Curitiba é um espaço de compartilhamento de notícias e informações sobre a oftalmologia, oftalmopediatria e assuntos de interesse para a área.

Share on Facebook12Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato