Por que algumas pessoas não conseguem enxergar em 3D?

16 de abril de 2018
3D

A tecnologia 3D deixou de ser exclusiva dos cinemas e atualmente tem conquistado cada vez mais espaço. Apesar dessa tecnologia já ser acessível e comum, você sabia que nem todas as pessoas conseguem enxergar imagens tridimensionais? No post de hoje nós explicamos o porquê.

Como funciona a tecnologia 3D?

Os efeitos tridimensionais são possíveis devido a chamada Estereopsia. Esse fenômeno natural acontece em nosso cérebro, que identifica a visão do olho esquerdo e do direito e a transforma em uma só, levando a sensação de volume, profundidade e distância. Por conta disso, ao assistirmos um filme 3D, recebemos uma imagem específica para cada olho, sendo necessário o uso de óculos especiais, onde cada lente capta uma imagem diferente, facilitando o processo da visão binocular.

Para que os filmes 3D sejam produzidos, a captação das imagens deve ser realizada ao mesmo tempo por uma câmera específica que simula a visão humana. Após a captação dessas imagens, são utilizados softwares onde o enquadramento é corrigido, deixando-as mais naturais.

Apesar de parecer relativamente nova, a tecnologia tridimensional começou a ser estudada há mais de 70 anos. Prova disso é o fato do primeiro filme utilizando a técnica, chamado “ O Homem Diabo”, ter sido exibido em 1952.

Nessa época, ainda usava-se em filmes 3D imagens chamadas anáglifas, que são imagens ou vídeos formatados de maneira especial para fornecer o efeito tridimensional quando vistos com óculos de duas cores – azul e vermelha.

Essa técnica foi substituída pelos óculos polarizados, que filtram a imagem através da angulação em que elas são emitidas, assim um olho enxerga imagens na vertical enquanto o outro recebe a informação na horizontal.

E quem não enxerga em 3D?

Como vimos anteriormente, a imagem 3D se forma a partir da fusão das imagens captadas separadamente por cada um dos olhos. Ou seja, para o cérebro ser capaz de unir essas imagens recebidas, ele depende de uma visão binocular saudável – visão na qual ambos os olhos são usados em conjunto.

Quando uma pessoa tem dificuldades de enxergar com um dos olhos, ela não consegue captar a imagem por inteiro e o cérebro não consegue gerar uma imagem tridimensional. Isso acontece principalmente com pessoas que possuem estrabismo e/ou ambliopia, também conhecida como visão preguiçosa.

No estrabismo, o desalinhamento provoca a formação de imagens diferentes, impedindo o cérebro de juntá-las. O estrabismo é mais comum na infância, mas também pode aparecer em adultos portadores de algumas doenças como diabetes, hipertensão, traumatismos, entre outras.

Semelhante ao que acontece no estrabismo, na ambliopia (ou olho preguiçoso) o cérebro também é impedido de unir as duas imagens. Nesse caso, porque a visão de um dos olhos não se desenvolveu. A ambliopia deve ser tratada antes dos 7 ou 8 anos de idade, caso contrário trará sequelas permanentes à visão, impedindo a pessoa de exercer profissões ou atividades que dependam da visão binocular (piloto, motorista profissional de cargas, etc).

Se você ou seu filho tem problemas para ver imagens 3D, consulte um oftalmologista para descobrir se algum problema de visão pode ser a causa.

O Portal da Visão Curitiba é um espaço de compartilhamento de notícias e informações sobre a oftalmologia, oftalmopediatria e assuntos de interesse para a área.

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato