O que é Blefarite?

18 de agosto de 2016
Blefarite

Descuidar da região dos olhos pode levar ao desenvolvimento de algumas doenças. Geralmente se percebe que está com algum problema quando há sinais como vermelhidão ou lacrimejamento dos olhos. Mas, e quando as pálpebras apresentam alguma mudança, o que pode ser?

Sintomas como inchaço, sensação de peso, prurido, pálpebras avermelhadas e descamação das pálpebras, como se fosse “caspa” podem sugerir Blefarite. Um processo inflamatório que acomete as pálpebras e os cílios.

Ela acontece porque na base dos cílios existem glândulas que produzem secreção gordurosa. Porém, diversos fatores, como o excesso de oleosidade na pele, alergias, uso de maquiagem ou lentes de contato sem os cuidados necessários e o clima mais seco, característico do inverno, podem obstruir essas glândulas, e causar inchaço ou edema.

Não contagiosa, ao contrário da conjuntivite, a Blefarite não pode ser transmitida de pessoa para pessoa. A doença pode ser de três tipos:

  • Alérgica – É causada por fatores externos como ácaros, poeira, rímel, lápis de olho etc;
  • Bacteriana – É causada por uma infecção bacteriana
  • Seborreica – É causada pelo aumento da produção de gordura pela glândulas palpebrais.

Como há tipos diferentes de Blefarite, o tratamento a ser feito varia de acordo com a sua causa. Por esse motivo, é importante procurar um oftalmologista ao surgimento de qualquer sintoma e tratar a doença.

Em geral é tratada com pomada local e, em alguns casos, antibiótico. Fora isso, existem cuidados durante o tratamento que toda pessoa que tem Blefarite deve realizar. São eles:

  • Fazer compressas de água morna na região das pálpebras;
  • Evitar o uso de maquiagem perto dos olhos;
  • Lavar a região com água morna e sabão neutro ou shampoo infantil. Existem também nas farmácias alguns produtos específicos para a higiene da região palpebral

Abra os olhos! Quando não tratada, a Blefarite pode evoluir para doenças mais sérias do sistema ocular, como conjuntivite, olho seco ou provocar alterações graves da córnea!

Dr. Peter é formado pela Universidade Federal do Paraná e tem especialização em Oftalmologia pelo Hospital de Clínicas do Paraná. É mestre em Oftalmologia e Ciências Visuais pela Universidade Federal de São Paulo. Se aperfeiçoou no Brasil e no exterior em Cirurgia de Catarata a Laser e Cirurgia Refrativa. É colaborador do serviço de residência do Hospital de Olhos do Paraná, onde atua como médico preceptor e cirurgião. Dedica-se ao aperfeiçoamento científico estando atualizado na comunidade científica e participa dos maiores congressos na área.

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato