Glaucoma: O que é, diagnóstico, tipos da doença e tratamento

29 de setembro de 2016
glaucoma

Uma doença silenciosa e que na sua fase inicial praticamente não apresenta sintoma algum, esse é o Glaucoma. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) todos os anos são registrados aproximadamente 2,4 milhões de novos casos da doença no mundo todo.

O que é o Glaucoma?

Glaucoma é uma doença ocular causada, na maioria das vezes, pelo aumento da pressão intraocular. Esse aumento provoca lesões no nervo ótico e afeta a visão. Quando não tratado o Glaucoma pode levar à cegueira.

Diagnóstico

De progressão lenta, infelizmente a maioria dos casos da doença é diagnosticada tardiamente. Para evitar maiores danos, se recomenda que pessoas com idade acima dos 40 anos consulte o seu oftalmologista anualmente. Durante a consulta são realizados exames como:

  • Acuidade visual (exame para medir a capacidade de visão central do paciente);
  • Tonometria (medida da pressão do olho);
  • Campimetria (exame que mede o campo visual central e periférico do paciente);
  • Fundo de olho (exame que detecta doenças da retina, vítreo e avalia o nervo ótico);
  • Gonioscopia (exame que analisa o ângulo da câmara anterior dos olhos);
  • Paquimetria (exame que mede a espessura da córnea);

Com a ajuda desses exames o oftalmologista consegue detectar se o paciente tem ou não tem a doença.

Tipos de Glaucoma

Basicamente são três os tipos de Glaucoma: congênito, crônico e secundário.

O Glaucoma Congênito afeta os bebês recém-nascidos. Eles em geral apresentam os globos oculares maiores e as córnea opaca. É a forma menos comum da doença e deve ser tratada precocemente para garantir um bom desenvolvimento visual da criança.

Já o Glaucoma Crônico é o decorrente da lesão crônica no nervo ótico devido ao aumento da pressão ocular. É a forma mais comum da doença e em geral aparece em pessoas mais velhas

Por último o Glaucoma Secundário é quando a doença é decorrente de outras doenças que a pessoa possa ter, como por exemplo, catarata, diabetes, uveítes entre outras.

Tratamento

Apesar de não haver cura para o Glaucoma há tratamento para a doença.

No geral, usa-se colírios e para alguns casos medicamentos via oral. Em casos específicos, na doença mais avançada ou quando a pressão não pode ser controlada apenas com colírios, é necessário cirurgia.

Quando diagnosticado nas fases iniciais, e com o tratamento correto, o paciente mantém a capacidade visual e consegue controlar a progressão do Glaucoma.

O Portal da Visão Curitiba é um espaço de compartilhamento de notícias e informações sobre a oftalmologia, oftalmopediatria e assuntos de interesse para a área.

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato