Catarata – Como eu vejo bem de perto e longe?

11 de junho de 2016
casal-idosos-catarata

Para que a imagem seja bem formada na retina, a luz passa através de dois importantes meios refrativos: a córnea e o cristalino.

A córnea é o primeiro e mais externo meio transparente dos olhos. Como se fosse um “para-brisas”. Possui curvatura característica e por ser o principal meio refrativo, é onde aplicamos laser para correção de miopia e outros tipos de aberrações da córnea.

O cristalino é uma lente transparente e um tanto flexível, que tem como função ajustar o foco, alterando seu grau dependendo da distância em que os objetos se encontram. Esse ajuste de grau é possível pelo fato de o cristalino poder ficar mais redondo ou mais elíptico, alterando assim seu grau, fenômeno conhecido como acomodação.

O que é catarata?

Com o passar dos anos, assim como nossa pele perde elasticidade, o cristalino, que é formado por proteínas perde elasticidade e transparência, tornando-se opaco e rígido. O aumento da rigidez do cristalino impede o movimento de acomodação e torna-se cada vez mais difícil enxergar de perto, este é o fenômeno da PRESBIOPIA.

Devo operar catarata?

Tornando-se opaco, o cristalino espalha a luz que por ele passa, criando sintomas de ofuscamento, distorção de cores e opacidade. É como se enxergássemos por uma lente suja ou embaçada. O uso de óculos corrige o grau porém, não corrige opacidade. Por isso, a partir de certa idade e tendo esses sintomas de opacidade, a cirurgia é indicada. A partir do momento em que o paciente tenha esses sintomas, não se deve postergar a cirurgia, uma vez que o processo de progressão da catarata infelizmente é irreversível. E mais, para nós, cirurgiões de catarata, é mais confortável realizar a cirurgia de uma catarata moderada do que de uma catarata avançada, que muitas vezes é muito dura e necessita mais energia de ultrassom para ser removida.

Como é a cirurgia?

Através de uma pequena incisão de 2,2 milímetros, emulsificamos e aspiramos a catarata. Pela mesma incisão é implantada a lente intraocular, que tem seu grau já definido através dos exames pré-operatórios. Com as técnicas atuais, não é necessário ponto e o paciente vai para casa 30 minutos após o término da cirurgia.

Catarata a laser, que benefício tenho?

Por mais experiente que seja o cirurgião, alguns passos da cirurgia podem ser realizados com LASER, que tem sua precisão indiscutível. Cortes precisos permitem um posicionamento da lente intraocular com maior previsibilidade, e o objetivo da correção do grau mais certeira. Mais precisão, menos inflamação, menor desconforto e recuperação pós-operatória mais rápida são alguns benefícios do uso do laser na cirurgia de catarata.

catarata

Dr. Peter é formado pela Universidade Federal do Paraná e tem especialização em Oftalmologia pelo Hospital de Clínicas do Paraná. É mestre em Oftalmologia e Ciências Visuais pela Universidade Federal de São Paulo. Se aperfeiçoou no Brasil e no exterior em Cirurgia de Catarata a Laser e Cirurgia Refrativa. É colaborador do serviço de residência do Hospital de Olhos do Paraná, onde atua como médico preceptor e cirurgião. Dedica-se ao aperfeiçoamento científico estando atualizado na comunidade científica e participa dos maiores congressos na área.

Hospital de Olhos do Paraná
Rua Coronel Dulcídio, 199 - 1º andar
Batel, Curitiba, Paraná
CEP 80.420-170

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER.

Powered by TNBstudio

Entre en contato